Abel Ferreira

Quando se fala de clarineta, no Brasil, o primeiro nome que aflora à memória costuma ser o de Abel Ferreira. Não só pela ordem alfabética, mas pelo papel fundamental que exerceu na construção de um repertório brasileiro, baseado no choro e na seresta, e na herança deixada por um modo de tocar, profundo e envolvente.
Nascido em 1915, em Coromandel, MG, Abel teve as influências de todo menino de interior: a bandinha do coreto, as eventuais orquestras de baile, o rádio. Através deste conheceu o mestre Luiz Americano e o mágico Pixinguinha, que o levaram a se dividir entre a clarineta e os saxes.
Em 1935 mudou-se para São Paulo, para viver de música. Acompanhou várias orquestras e cantores em excursões pelo Brasil, e em 43 se fixa no Rio de Janeiro, tocando no famoso Cassino da Urca. Músico requisitado, compareceu a centenas de gravações acompanhando nomes famosos como Carmen Miranda, Orlando Silva, Francisco Alves, Emilinha Borba, Marlene e mais uma enorme lista, que alcança contemporâneos como Beth Carvalho ou Chico Buarque de Holanda. Quando morreu, em 1980, era considerado um mestre maior da clarineta brasileira. Luiz Americano, desaparecido 20 anos antes, havia deixado poucas gravações de boa qualidade, e no final da vida o vigor de seu sopro já não era o mesmo. Abel era soberano, e encantou jovens platéias pelo Brasil todo quando excursionou, junto com Ademilde Fonseca, no Projeto Pixinguinha, em 1976.
Tão importante quanto o intérprete é o Abel compositor. Algumas de suas invenções, muitas vezes transpassadas por uma melancolia que lhes imprime um caráter intimista, tornaram-se clássicos. Acariciando, Doce Melodia, Levanta Poeira, Chorinho do Sovaco de Cobra e, principalmente, Chorando Baixinho, são melodias de tal forma identificadas com a alma musical brasileira que não há quem não se encante ao ouvi-las, pela enésima vez, numa roda de choro.
Abel tem algumas gravações lançadas em CD, onde se encontram diversas versões de seus maiores sucessos. “Brasil, Sax e clarineta” (Marcus Pereira), de 76, tornou-se um de seus trabalhos mais premiados. Há também gravações coletivas antológicas, com Artur Moreira Lima e o Época de Ouro, e o excelente “Chorando na Praça” com Paulo Moura, Copinha, Zé da Velha, Joel Nascimento e Waldyr Azevedo.

clarinetistas Abel Ferreira

About these ads

8 responses to this post.

  1. Legal, boa matéria :)

    Resposta

  2. Gostei do site e do artigo.
    Gostaria de ver uns posts teus no forum que está na minha assinatura.
    Caso pretendas, tambem posso fazer parcerias de troca de links.
    Sucesso para o teu sitio na net.
    Parabens pelo post

    Resposta

  3. Posted by tony vila noa on junho 12, 2011 at 2:33 am

    Olá, este instrumento lembra meu avô ele tocava em uma filarmônica, vç tem a partitura de chorando baixinho?? Muito bom o seu bog.

    Resposta

  4. Posted by Tony Vila Noa on junho 12, 2011 at 2:34 am

    Olá, este instrumento lembra meu avô, ele tocava em uma filarmônica, vç tem a partitura de chorando baixinho?? Muito bom o seu bog.

    Resposta

  5. Gostaria de saber se tem como alguem me ajudar to começando a tocar clarinete é um instrumento maravilhoso mais preciso de artigos teoridos basicos para iniciantes pois nao sei nada ainda alguem poderia me ajudar manda algo no meu imail por favor?????

    Resposta

  6. Procure em http://www.explicasax.com.br, sala de clarinete.

    Tem bastante material que postamos por lá.

    Braçododu

    Resposta

  7. Posted by CILANO SIMÕES on abril 12, 2012 at 4:36 am

    MEU QUERIDO BLOG DOS CLARINETISTAS …SOU AINDA CALOURO NESTA BELA ATIVIDADE DE TOCAR CLARINETA….APESAR DOS MEUS 65 ANOS BEM VIVIDOS DIRECIONADOS A ARTE EM GERAL…FOTOGRAFIA…PINTURA…POESIA…AGORA
    NESTE FANTÁSTICO UNIVERSO DA MÚSICA…ESTOU EM EXTASE TOTAL…ENTREI PARA ESCOLA DE MUSICA VILLAS LOBO AQUI NO CENTRO DO RIO …ESTOU NO TERCEIRO PERIODO …CURTINDO MUITO A PARTE TEORICA… JÁ SEI TUDO SÕBRE PARTITURA… FALTA APENAS TOCA-LAS NA CLARINETA …COMECEI A PRÁTICA APENAS TRÊS MESES…MAS …PELO MUE ESFORÇO E DEDICAÇÃO…PARA SURPRESA MINHA…ESTA SEMANA RECEBI DO MEU PROFESSOR A PARTITURA DO CARINHOSO DE PIXIGUINHA…NÃO É QUE JÁ ESTOU DEDILHANDO-A…QUE TALENTO ..NÉ ??…PRETENDO TOCAR BLUES…ESTILO BENNY GOODMAN E CHORINHO…PAULO MOURA OU PITANGAS…
    TUDO DE BOM !!..PARABVÉNS POR ÊSTE BLOG CULTURAL … EU

    Resposta

  8. estou precisando da partitura do choro (mocinho) de abel fereira
    ficaria muito grato se alguem me ajudasse

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 94 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: